segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

LÍNGUA PRESA ou SOLTA?



Há muita confusão entre elas. Veja a características de cada uma.

LÍNGUA PRESA
 Fonte da imagem: plantaomaterno.com.br
O que muitos chamam de língua presa é, na verdade, um problema anatômico. Isso se dá quando o frênulo lingual, que é uma membrana que liga a parte inferior da língua ao assoalho da boca, é encurtado limitando o movimento da língua e impedindo que a mesma seja projetada. Com isso, o bebê pode ter dificuldade de amamentar o que pode levar a baixo ganho de peso e dificuldades na fala.

Daí a importância do TESTE DA LINGUINHA, hoje obrigatório. Ele deve ser realizado nos primeiros dias de vida por fonoaudiólogo ou outro profissional de saúde capacitado. 



LÍNGUA SOLTA 
ceceio-1
Fonte da imagem: mamaetodahora.com.br
É uma hipotonia de língua (diminuição do tônus muscular e da força causando moleza e flacidez). 

Devido a hipotonia, a língua é projetada durante a fala, deglutição e até mesmo em repouso podendo também, acarretar assimetria de face, respiração oral e problemas ortodônticos.

Os dois quadros devem ser avaliados e tratados por um fonoaudiólogo que poderá também, realizar encaminhamentos necessários.

                                   Fga. Sabrina Pianca

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Alfabetização Também é Assunto Para a Fonoaudiologia


08 de setembro é o DIA MUNDIAL DA ALFABETIZAÇÃO, por isso, destacaremos  a  parceria necessária entre o Fonoaudiólogo e o Professor  para um processo de aprendizagem eficaz que começa desde a pré-escola.

As competências do fonoaudiólogo dentro da equipe de Orientação e Planejamento Escolar e sua atuação é regulada pela Lei 6965/81.


Infelizmente, muitas escolas ainda não contam com a presença de fonoaudiólogo em sua equipe, e só procuram pelo profissional quando um problema de aprendizagem é detectado, muitas vezes, tardiamente.

O fonoaudiólogo escolar trabalha, prioritariamente, com a prevenção e promoção de saúde do corpo docente e discente. 

Fga Sabrina Pianca

terça-feira, 26 de julho de 2016

LINGUAGEM ESCRITA É ASSUNTO DE FONOAUDIÓLOGO??

Sim!!!
O Fonoaudiólogo é o profissional da saúde que cuida da comunicação humana. Uma das forma de comunicação é a linguagem escrita. 
Portanto, caso haja qualquer dificuldade nessa modalidade de linguagem, procure um Fonoaudiólogo.

sábado, 2 de julho de 2016

Por que devo desaquecer minha voz?

Já dissemos no artigo (Por que devo aquecer minha voz?que muitos profissionais da voz não realizam o aquecimento vocal antes de uma palestra, apresentação... e, se este já é negligenciado, muito mais ainda é o desaquecimento vocal.
É necessário que, após o uso prolongado da voz, sejam realizados exercícios para esfriar a voz que podem durar aproximadamente 5 minutos;
Para desaquecer é necessário que se realizem exercícios que façam o indivíduo retornar a voz falada coloquial, tais como: bocejo+suspiro, escalas descendentes, massagens laríngeas entre outros.
Abaixo alguns itens sobre a importância do aquecimento vocal.
Clique na imagem para ampliar




segunda-feira, 27 de junho de 2016

Por que devo aquecer minha voz?

Muitos profissionais da voz não dão importância para algo tão básico – o aquecimento vocal. 

Antes de iniciarmos qualquer atividade que demande esforço físico/muscular é necessário um aquecimento para melhorar a performance, adiar a fadiga e evitar lesões. Com as pregas vocais, não é diferente. 

Precisamos aquecer a musculatura das pregas vocais através de exercícios respiratórios e vocais que incluem exercícios vibratórios, de escala entre outros. Esse aquecimento deve ter a duração aproximada de 10 minutos.


Abaixo alguns itens sobre a importância do aquecimento vocal.

Clique na imagem para ampliar

BIBLIOGRAFIA:

PARDAL, M.F. Aquecimento Vocal. www.profala.com.
GUSMÃO C.S., PEREIRA R.B., AZEVEDO L.L., MAIA M.E.O. Estudo comparativo do tempo de aquecimento vocal em cantores populares. REVISTA MODUS – ANO V / Nº 7 – Belo Horizonte – NOVEMBRO 2010 – p. 67-76

terça-feira, 24 de maio de 2016

Série Lie To Me - Microexpressões Faciais e os Músculos da Mímica

Quem já assistiu a série “Lie To Me” (no Brasil, Engana-me se Puder )  comumente fica tentado a pegar alguém na mentira observando os mínimos detalhes faciais. Uma sobrancelha erguida, um levantar de lábios, um franzir de testa...

Na série, uma equipe formada por especialistas em detectar mentiras, é liderada pelos Dr. Cal Lightman, um cientista dedicado ao estudo do comportamento humano. Através das mínimas expressões e gestos, interpreta as reais intenções por trás das palavras.

Estudos sobre esse tema existem. É sim, possível nos “entregarmos” com um gesto, um olhar... mas existem variáveis. Não dá para sair por aí como se tivesse um detector de mentiras no bolso. Alguns fatores tais como, síndromes, paralisias e até mesmo estado emocional, podem interferir nas microexpressões faciais.

Abaixo, imagens ilustram algumas dessas microexpressões. Lembrando que elas só são possíveis devido aos músculos da mímica.










Fonte da Imagem: linguagemcorporal.blogs.sapo.pt

segunda-feira, 11 de abril de 2016

O que faz a voz ser grave ou aguda

Por que será que uns tem a voz grave (grossa)  e outros tem a voz aguda (fina)? 
E quanto a idade ou gênero, há diferença? Confira no quadro abaixo.


Fonte: super abril

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Características Associadas ao Autismo


Termos fáceis e resumidos para ajudar a entender um pouco o autismo

 Leia o artigo completo em:
 http://www.estouautista.com.br/index.php/2015/10/29/caracteristicas-associadas-ao-autismo/

 photo c1_zps5hwuu3rz.jpg
 photo c2_zpsrc3amutn.jpg
 photo c3_zpswhdyjta3.jpg photo c4_zpsieidbovm.jpg
  photo c5_zpsfsqpw8jb.jpg photo c6_zpsacfradll.jpg photo c7_zps32drhqwh.jpg photo c8_zpsfie7hcsc.jpg photo c9_zpskd9alusc.jpg